Redes Sociais

Já pensou em fazer compras pelo Instagram? Agora você pode!

Nova ferramenta será lançada nos EUA e permite usuário pesquisar e comprar produtos a partir das fotos dentro do app.

O app anunciou hoje (1) que está testando uma nova ferramenta para permitir a compra de produtos dentro de seu feed.

A partir da semana que vem, vinte marcas de varejo nos EUA vão estrear a funcionalidade.

As 20 marcas que terão a ferramenta:

Abercrombie & Fitch, BaubleBar, Chubbies, Coach, Hollister, J.Crew, JackThreads, kate spade new york, Levi’s Brand, Lulus, Macy’s, Michael Kors, MVMT Watches, Target, Tory Burch, Warby Parker e Shopbop.

 

Na função, a foto da marca ganha a opção “Tap here to view products” (“clique aqui para ver os produtos”).

A ação revela os nomes e preços dos produtos presentes na foto (como sapatos, roupas e bolsas) que podem ser comprados.

Se a pessoa se interessar pelo produto, o botão “shop now” (“compre agora”) a direcionará para o site da marca.

Segundo o Instagram, o diferencial dessa ferramenta é que, enquanto em outros sites a pessoa é jogada diretamente da janela de compra do produto para o “check out” (ou seja, o “pagar”).

No próprio app há uma fase intermediária.

Ainda dentro do app, é possível abrir uma janela que oferece mais detalhes e especificações sobre o produto de interesse –

importante para quem prefere pesquisar e comparar antes de optar pela compra.

A marca decidiu investir nessa pesquisa e compra via app porque sabe que muitos usuários já usam a rede social para isso, de certa forma.

investir-em-app-é-uma-boa

Eles usam as fotos e produtos vistos como “inspiração” para compras futuras em lojas, físicas ou online.

50% dos usuários da rede seguem algum perfil de marca ou empresa. Também, 60% dizem que já descobriram algum novo produto ou serviço por causa do app.

Em um primeiro momento, somente alguns usuários com o sistema iOS, dentro dos EUA, ganharão a funcionalidade.

Depois dessa fase de testes, o Instagram pretende ampliar a ferramenta, melhorada, para outros usuários e marcas.

Uma das novas funções futuras será a de salvar o produto “para mais tarde”.